Barbie and the new body types

wp-1454768240492.jpg

Desde pequena que adoro a Barbie. Para além da bola de football ou carros telecomandados, passava tardes a brincar e a criar as minhas novelas mexicanas (que eram incríveis, diga-se e passagem). Era fascinada pelas roupas e eu própria criava roupas para elas. O que iniciou a minha paixão pela moda e também pela criação de histórias mirabolantes.

Confesso que o corpo mais desproporcional nunca me fez grande confusão, pois entendia que era apenas uma boneca criada para aquele propósito que me servia tão bem.

Vivemos agora numa geração em que o estériotipo da modelo magríssima está a mudar aos poucos pelo menos e devo dizer que começar pelas crianças e mostrar-lhes que há bonecas adaptadas à silhueta de cada uma é algo positivo. 

Pode parecer de “velha” o que vou dizer, mas parece-me que estão a crescer depressa demais e passo por raparigas com os seus doze anos já todas produzidas e maquilhadas como se só assim possam entrar na sociedade. Portanto creio que mostrar que verdadeiramente a diferencdleentre cada rapariga e que não faz mal ser diferente das amigas ou outras em questão é um passo para já desde novas se habituarem a aceitarem essa diferença, seja a que nível for.

Aos poucos tenho esperança que acções como esta mudem para melhor certas visões distorcidas.

Imagem de: http://www.glamour.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s