Brands on Social Media

Parece que ainda foi ontem que quando queriamos ir às compras tinhamos, de facto, de sair de casa e ir às lojas ou pelo menos para a maior parte dos artigos.

Com a evolução dos social media isso mudou bastante, pois agora estamos a um click de distância. Marcas que apenas encontravamos em certos países são-nos agora acessíveis com as compras online.

Esta nova oportunidade traz uma nova visibilidade às marcas e torna mais fácil a compra dos seus artigos.

Para mim, sendo uma shopoholic como sou, torna-se mais difícil de resistir, contudo estou a controlar-me bastante – só comprei uns óculos recentemente.

É muito mais fácil perdermos a cabeça com tanta propaganda dos websites, instagram, facebook… Por vezes também é perigoso, pois não temos a certeza da autenticidade de algumas marcas e perdemos o dinheiro e o artigo. São os riscos da internet.

Todavia, as marcas têm crescido cada vez mais com os seus anúncios, posts e promoções online. As pessoas estão sempre a par dos novos produtos das suas marcas favoritas e com os anúncios descobrem novas, já que a internet “sabe” os nossos gostos e associa a outras marcas que podemos gostar. Foi desta maneira que encontrei sites dos quais encomendo.

A verdade é que podemos encontrar de tudo e com a opção de pagarmos com Paypal, torna-se mais seguro efectuar essas compras. Nunca uso o cartão de crédito em compras – porque também dava cabo do plafom e já fui proibida de o usar.

Estando eu a tentar lançar as minhas T-shirts personalizadas, criei uma conta comercial no instagram onde aceito encomendas e a visibilidade que estou a ter é muito maior do que numa loja visto ser uma plataforma mundial.

Aqui deixo o meu instagram para quem quiser ver e encomendar o que por enquanto ainda é trabalho a desenvolver.

www.instagram.com/marta_ribeiro_design

 

Anúncios

Sketching

Desisti por uns tempos de desenhar. Às vezes é preciso uma pausa e recarregar energias.

Às vezes ficamos desanimados e pensamos que desistir é o que melhor fazemos, contudo isso é o caminho mais fácil em vez de continuar a tentar.

Dito isto, hoje pus de parte um bocado os meus medos e decidi desenhar sem qualquer preocupação. Nada de especial, apenas rabiscos pois na verdade é assim que se começa – ou recomeça.

Ainda tenho medo de fazer uns traços, fico desanimada e ponho de parte os materiais. Contudo, como tudo na vida, acontece que as coisas nao correm como queremos e queremos por tudo de parte o que assusta, mas depois percebemos – ou devemos – aceitar o que temos e melhorar o que precisa de ser melhorado, falta-nos é o “push”.

Os desenhos vão ficar mal, faz tudo parte da tentativa – erro, todavia há muitas mais páginas em branco para novas experiências, umas melhores e outras piores, mas existem.

Fashion kids

A minha sobrinha vai fazer agora 5 anos em Dezembro e, não é por ela ser minha, mas já é fantástica e com uma criatividade que nos espanta repetidamente.

Ela é como as crianças de hoje em dia que adoram estar ao telemóvel e no tablet, o que me preocupava um bocadinho no início pois não queria que ela fosse outra criança da geração da pura e crua tecnologia. Contudo o que acontece é que ela adora ver tutoriais e aprende a cantar as músicas dos filmes preferidos dela (que são em inglês).

Desde muito cedo ela pedia-nos certos objectos do quotidiano para fazer coisas que ela via nesses tutoriais e enquanto seguia as instruções, aprendeu a brincar com as coisas que fazia sem praticamente ajuda de ninguém, pois é uma criança já muito independente.

O que mais me fascinou foram as roupas que ela anda a criar para as barbies dela com balões sem qualquer ajuda!

 

O facto de ela ser uma criança da era da tecnologia não faz de todo com que seja uma rapariga que não brinca às comidinhas com terra, que deixa de brincar lá fora e muito menos que seja alguém sem imaginação para se entreter e que ainda mais, entretém os outros.

Estes são só alguns exemplos das coisas que ela faz, pois tudo o que implique trabalhos manuais ela gosta e delicia-se a contar-nos as histórias por de trás de cada personagem que ela cria ou de como fez uma sopa com as coisas que encontrou no jardim.

Não podia estar mais orgulhosa da minha pestinha adorável que demonstra todos os dias que é a alma da festa e que é um poço infindável de criatividade.

…Acho que começo a ter alguns ciúmes…

Air Jordan III, the future sneakers

Desde que torci o pé a equilibrar-me na corda bamba que tenho optado por calçado mais nivelado como os ténis. Acredito que as minhas Adidadas Superstar ajudaram bastante devido ao conforto e segurança que proporcionam – foi das melhores compras que fiz e recomendo apesar do preço.

Ontem andava nas compras e vi uma rapariga com um estilo mais formal com umas sapatilhas pretas que lhe conferiam um look mais casual. Fiquei a pensar que se calhar apostar em sapatilhas neste momento será a ideia mais acertada.

Hoje, enquanto lia a Vogue americana, deparei-me com um artigo sobre uma colaboração da marca Air Jordan com a Vogue para umas novas Air Jordan. O conceito é ser umas sapatilhas tanto desportivas como prontas para serem usadas no tapete vermelho.

Vai ser difícil conseguir “apanhar”, pois têm quantidades limitadas, contudo o meu aniversário está a chegar e uma rapariga pode sonhar com este maravilhoso projecto com a assinatura da própria Anna Wintour.

 

JORDAN VOGUE AJIII